Pastor é preso em Bayeux suspeito de homicídio ocorrido há mais de 30 anos


 Um pastor, que estava foragido há 30 anos, foi preso suspeito de homicídio, nesta quinta-feira (04) em Bayeux, Região Metropolitana de João Pessoa. Severino Sabino da Silva, 63 anos, foi preso após investigações da delegacia seccional de Santa Rita, município onde aconteceu o crime. 

Na época o acusado trabalhava em uma empresa de transporte coletivo. Ele teria chegado ao local com sintomas de embriaguez e o vigilante da empresa, ao perceber o fato, tentou impedir que o mesmo dirigisse ônibus. 

Os dois colegas de trabalho iniciaram uma discussão em razão disso, que culminou com o assassinato do vigilante. Desde então, Severino teria se mudado e quando voltou à Paraíba passou a atuar como pastor em uma pequena igreja na casa onde reside. 

De acordo com Paulo Josafá, delegado de plantão na delegacia de homicídios da capital, “O crime ocorreu em 1988, e pelo que consta ele estava foragido todo esse tempo, disse que teria ido para Brasília e quando voltou tornou-se pastor. Até que os investigadores da delegacia de homicídios encontraram uma moto que ele teria comprado em seu nome e localizou o endereço dele, dando seguimento ao mandado de prisão”, explica. 

O homem foi levado para Central de Polícia Civil da Capital, onde ficará à disposição da Justiça.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO