Pregador evangélico mata esposa após crise de ciúmes e limpa arma na bíblia

 

Uma mulher foi vítima de feminicídio no início da manhã desta sexta-feira (26), no bairro José Pinheiro, em Campina Grande. O crime aconteceu dentro de casa e o principal suspeito é o marido da vítima, um jardineiro de 36 anos.

De acordo com a polícia, após matar a esposa ele acordou a filha dela, de 13 anos, comunicou sobre o crime e mandou que ela chamasse uma vizinha e amiga do casal.

A suspeita é de que ele tenha utilizado uma ferramenta de jardinagem, comprada pela vítima e dada de presente a ele, para assassinar a esposa. Vizinhos relataram ter escutado os gritos da mulher.

De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido após uma crise de ciúmes, já que o homem apresentava um comportamento diferente em relação à mulher nos últimos meses, insistindo na desconfiança de que ela estaria mantendo um relacionamento extraconjungal no trabalho.

Suspeito e vítima eram pregadores em uma igreja evangélica do bairro. Após o feminicídio o suspeito fugiu e ainda não foi preso.

MaisPB


FALA PARAÍBA-BORGES BETO