Liberada pela Anvisa, nova vacina da covid-19 para crianças ainda precisa ser aprovada pelo Ministério da Saúde antes de chegar à Paraíba


 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no último dia 16 a ampliação do uso da vacina da Pfizer contra a covid-19, para crianças de 6 meses a 4 anos. Porém, antes do conteúdo ser disponibilizado ao público-alvo, uma série de definições deverão ser feitas por parte do Ministério da Saúde, conforme apurou o ClickPB.

A avaliação por parte da Anvisa durou pouco mais de um mês e foi realizada por meio de análise criteriosa da área ténica, setor responsável pela decisão da amplicação da indicação de uso ou faixa etária. Segundo a reguladora, para chegar a tal conclusão a agência contou com um consulta e o acompanhamento de um grupo de especialistas. 

Em contato com a Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba (SES-PB), o ClickPB foi informado de que a disponibilidade do material e sua aplicação no estado só serão feitos após as definições do Ministério da Saúde, responsável por repassar para os estados os critérios e o material. Após isto, iniciará um novo trabalho de planejamento e orientação por parte da SES aos 223 municípios do estado. 

A vacina para crianças entre 6 meses e 4 anos de idade tem dosagem e composição diferentes daquelas utilizadas para as faixas etárias previamente aprovadas. De acordo com a Anvisa, a formulação da vacina autorizada deverá ser aplicada em três doses de 0,2 ml (equivalente a 3 microgramas). As duas doses iniciais devem ser administradas com três semanas de intervalo, seguidas por uma terceira dose administrada pelo menos oito semanas após a segunda dose.

Haverá uma distinção na tampa do frasco do imunizante, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação. A tampa terá A tampa será de cor vinho.

CLICKPB


FALA PARÁIBA-BORGES NETO