Deputado paraibano diz que mercado está nervoso porque Lula está prometendo ajudar aos pobres

 

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse que o mercado financeiro fica nervoso com as declarações de Lula, que promete socorrer os necessitados, mas esse mesmo setor nunca “subiu a pressão” com os desastres do governo Bolsonaro, que furou o teto de gastos várias vezes.

“Sabe porque o mercado não se preocupou nem com os quase R$ 800 bilhões de teto de gasto furado por Bolsonaro? Simplesmente, porque lucrava bilhões com o governo fascista que tinha uma gestão voltada para o setor dessas elites”, disse o deputado.

O parlamentar enfatizou que “o mercado fica nervoso, porque Lula vai ajudar o povo que passa fome. Para esse setor, esses milhões de brasileiros e brasileiras não têm nenhum valor. O setor fica nervoso simplesmente porque Lula vê a vida do povo sofrido como prioridade. De que adianta focar no teto de gastos, apenas para deixar o mercado tranquilamente lucrar bilhões. Mas, por outro lado, ter milhões na extrema pobreza, ter um país com mais de 50% da população com instabilidade alimentar”, indaga o deputado.

Socorrer o povo

O parlamentar ressaltou ainda que o mercado não fica nem um pouco nervoso com a destruição da educação, da saúde, dos programas sociais, por exemplo. “Sem esses serviços, que Bolsonaro destruiu, o grande beneficiado é o mercado financeiro, que vai lucrar com seus produtos sendo cada vez mais valorizados”, apontou.

O deputado disse esperar do governo Lula, ações para recuperar tudo que trazia benefícios para o povo e que foi destruído por Bolsonaro. “Claro, que o governo tem que também pensar no mercado financeiro. Mas, diante da situação em que se encontra o Brasil, Lula tem que olhar primeiro para o povo sofrido que passa fome e está na miséria”, concluiu.

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA