Governador avisa que não irá titubear sobre adotar medidas para salvar vidas

 

Em entrevista ontem (09) a imprensa da capital, reproduzida em emissoras como a POPFM o governador João Azevêdo (Cidadania) comentou sobre o aumento de casos de Covid-19 na Paraíba recentemente, principalmente no Sertão, onde a ocupação de leitos adultos atingiu 90%. Ele não destacou tomar medidas de restrição de pessoas caso não haja uma diminuição de casos no estado.

“Estamos com números fortes de contágio. Se for necessário tomar medidas no sentido de restrição de deslocamento, o governo terá que fazer e não irei titubear diante dessa necessidade, para salvar vidas. Não existe outra forma de combatermos essa doença a não ser por meio do distanciamento social, do uso de máscaras e da higiene das mãos muito bem feita”, disse João Azevêdo, destacando também: “Não temos a intenção de endurecer qualquer medida ou fechar segmentos. Quem define isso é o comportamento da sociedade, não é o governante.”


Os médicos da região estão preocupados e, durante o último final de semana (5 e 6) e hoje (7), informaram ao CRM-PB dados da ocupação de leitos em alguns hospitais. A situação é preocupante e o CRM-PB reitera a necessidade do rigoroso respeito às normas sanitárias, com o uso correto de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.Na última terça-feira (08), o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) alertou, mais uma vez, sobre o crescente número de internação hospitalar de pacientes com a Covid-19 no Estado. No Sertão, os hospitais públicos estão com alta ocupação de leitos, principalmente, das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Alguns serviços de referência já registram 100% de ocupação. Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), neste domingo (6), 85% dos leitos de UTI adulto para Covid-19, no Sertão, estavam ocupados.

PB AGORA


FALA PARAÍBA-BORGES NETO