João Azevêdo e Cícero Lucena lamentam morte de prefeita de Coremas, vítima de complicações da Covid-19

 


O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), lamentaram a morte da prefeita de Coremas, Francisca das Chagas, mais conhecida por Chaguinha de Edilson, nesta terça-feira (23). Nas notas enviadas, os gestores destacaram o trabalho da prefeita no município do Sertão paraibano.

"Chaguinha de Edilson era prefeita reeleita no pleito de 2020 e se destacava na política pelo seu trabalho em prol da população, especialmente neste momento da pandemia, com ações firmes de combate à Covid-19. O governador João Azevêdo se solidariza com familiares e amigos de Chaguinha de Edilson e  expressa condolências pela perda irreparáve", diz a nota do governo do Estado.

Chaguinha de Edilson, 62 anos, que é natural de Pombal, estava internada em um hospital de João Pessoa, desde o último dia 9. “Como é triste perder amigos e companheiros de jornada. Chaguinha é mais uma mãe, amiga e gestora que tem a trajetória interrompida por um inimigo tão impiedoso, como esse vírus, que vem atingindo famílias em todo o mundo. Deixo aqui os votos de mais profundo pesar aos familiares, amigos e aliados da prefeita, que tem um histórico em defesa da população e do desenvolvimento do nosso estado. Que Deus em sua infinita misericórdia console a todos neste momento de dor”, disse o prefeito da Capital. 

De acordo com informações apuradas pelo ClickPB, Chaguinha tinha sido reeleita em 2020 com 54,64% dos votos. A prefeita ainda chegou a assinar o protocolo de intenções para aderir ao Consórcio Público organizado pela Frente Nacional de Prefeitos para adquirir vacinas contra a Covid-19.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO