Eleições na FPF: “Queremos ampliar o apoio dos clubes”, diz Michelle Ramalho

 

A atual presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, disse querer ampliar o apoio que vem recebendo dos clubes paraibanos para sua reeleição nas eleições marcadas para o mês de junho. A presidente afirmou que conta com adesão de 90% dos times e que mantém o compromisso com a organização do futebol profissional no estado.

“A meta na eleição é: nós tivemos o apoio de 90% dos clubes, dos 50, e queremos ampliar isso. O tempo é a favor dos que querem fazer um trabalho correto. O meu compromisso é com os clubes”, destacou, em entrevista ao jornalista Heron Cid, nesta terça-feira (10), durante a posse festiva da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB).

Michelle avaliou que sua gestão teria conseguido “tirar a federação do turbilhão de confusões” que havia sido envolvida. “Superados esses traumas, vamos investir na gestão dos clubes”, assegurou.

Sobre a decisão judicial que determinou a publicação de um novo edital para a eleição na FPF, a atual presidente disse que atendeu prontamente. “Eu entendo que existia uma divergência de interpretação que a lei dava, eu agi e convoquei as eleições porque o Comitê da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e demais convocam a eleição, mas há a decisão judicial e nada mais que nossa obrigação de cumprir”.

O juiz Onaldo Rocha de Queiroga, da 5ª Vara Cível de João Pessoa, entendeu haver irregularidade no edital publicado anteriormente, atendendo a um pedido de dois clubes e de Arlan Rodrigues, ex-presidente do Atlético de Cajazeiras, que integra a oposição. Após isso, a Comissão Eleitoral, responsável por organizar as eleições da FPF, divulgou um novo cronograma.

Anteriormente, a eleição estava marcada para o dia 23 de maio, mas agora acontecem no dia 6 de junho.

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA